31/05/2010

Mais cinco pessoas espancadas por agentes da PSP no Bairro Alto

Pedro Pereira e Alexandre Gonçalves, dois dos agredidos pela PSP no Bairro Alto na madrugada de domingo
Pedro Pereira e Alexandre Gonçalves, dois dos agredidos pela PSP no Bairro Alto na madrugada de domingo
Alexandre Gonçalves, um fotojornalista que passava naquela que é uma das zonas mais movimentadas de Lisboa nas noites de fim de semana, explicou ao Movimento Contra a Violência Policial como se viu envolvido num autêntico pesadelo pela Polícia de Segurança Pública.
Estivemos presentes todo o dia no DIAP à espera da audiência em que os próprios agredidos vão ser acusado de agressão pelo agentes da PSP que, como confirmámos, não têm um único arranhão.  TVI já divulgou o caso, Público e SIC estiveram hoje no DIAP a recolher informações também.
"Vinha a passar na rua quando vi uma rapariga deitada no chão, com um pé dum polícia em cima da cabeça e outros agentes a baterem-lhe violentamente", relata Alexandre, que de imediato tirou a máquina fotográfica e recolheu imagens do espancamento em plena via pública.
"Quando me viram a tirar fotografias, vieram direitos a mim, tiraram-me a máquina e o cartão de memória e agrediram-me também", conta o fotojornalista, que seria algemado e levado para a esquadra do Bairro Alto. Várias pessoas assistiram incrédulas ao que estava a acontecer e três delas acabaram também por ser detidas e agredidas pela PSP já no interior da esquadra.
"Sei quais são os meus direitos e eles sabem que posso fotografar na rua. Se eles achassem que estavam a cumprir o seu dever como a lei obriga, que necessidade tinham de vir atrás de mim?", questiona o fotojornalista, ainda impressionado com a violência a que assistiu na esquadra e que deixou os outros detidos muito maltratados.
Agora pretendem apresentar queixa contra os agentes agressores e divulgar por todos os meios a violência de que foram vítimas, para acabar com a impunidade.

6 comentários:

andré disse...

Vamos embora!! Isto tem que ser visto por tudo e todos! Estes animais não podem continuar a passar impunes! Se a própria polícia de segurança pública actua desta forma, que segurança temos nós? A polícia continua a dar um belo exemplo. Espero que os próprios agentes policiais que ainda respeitam a honra e as suas responsabilidades, sejam eles os primeiros a abolir este tipo de acções.

Tiago Grilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
S�rgio disse...

Ao Sr. Tiago Grilo, que canta sem saber a letra.
O Senhor assistiu? Acontece que há testemunhas do que se passou. São unânimes: estes policias comportaram-se como BESTAS. E de facto na Cova da Moura e em lugares problemáticos eles deviam ser mais intervenientes, sempre respeitando a lei. Porque a Lei Senho Grilho é para ser aplicada. Agora quando nós citadãos delegamos poder aos agentes para manter a ordem e a paz, e que estes se comportam deste modo, passo a ter dúvidas sobre o estado de direito. Ou demitimo-nos todos dos nossos ideais de democracia, de justiça e pluralismo?
E se os policias se comportaram desta forma, que punição sugere para estes energumenos?
Já agora Caro Senhor Grilo saiba que sou o pai do fotoreporter que foi agredido e não lhe permito nem a si nem a ninguem colocar em causa os seguintes factos:
1) O Alexandre estava fazendo o seu trabalho
de fotoreporter
2) Assistiu á agressão e tirou fotos
3) Foi agredido imediatamente pela policia
4) Voltou a ser agredido na esquadra
5) Testemunhou fora e dentro da esquadra
comportamentos de violencia policial de tal
amplitude que nem se imagina acontecer num
pais civilizado.
Assim convido-o a comentar á luz desta minha informação. E á luz da mesma mantem o Sr. Grilo a sua posição?. Sendo que o Senhor "pensa pela própria cabeça" certamente tambem saberá reconhecer quando se engana. Se não souber, então só me resta reconhecer que alguns dos meus concitadãos andam de neurónios avariados.

Passe bem!

Sérgio Gonçalves
6)

pal disse...

A brutalidade policial é sistemática e os episódios de violência policial, nomeadamente no Bairro Alto, uma constante... achar-se-ão os perpetradores de semelhante violência acima da lei, uma espécie de educadores, invertendo totalmento o dever de protecção do cidadão!??

A/c do Sr. Tiago Grilo:
Efectivamente, o tipo de comportamento evidenciado pelos agentes nada tem de respeitoso, inteligente ou zeloso, antes revela uma absoluta ignorância dos principios que regem a farda que envergam.
A defesa deste tipo de acções e/ou o seu encobrimento revelam, isso sim, falta de cultura e sabedoria.
Esse tipo de atitude é muito próximo do instinto primário... o dos animais!

Caso seja, como indicia, agente de uma força policial compreenda que lhe caberá, no âmbito do exercício da função que lhe compete, procurar o telemóvel ou demais bens roubados e não incitar o cidadão à prática da justiça por mão própria.

Deka disse...

Eu não consegui ver o que o Sr. Grilo disse (pois o comentário já tinha sido removido), mas depreendo que o teor tenha sido no sentido de dizer que: ou os jovens estão mentindo ou que a PSP tem razão.
O que me leva a pensar que este mundo está completamente louco! Não consigo encontrar nenhuma, nem com a minha imaginação galopante, mas nenhuma razão ou fundamento que explique o que vimos hoje na televisão. É simplesmente inacreditável que alguém, num país dito civilizado,encontre algum fundamento para explicar uma ação desta por parte dos agentes da segurança pública. Nem que tivessem sido agredidos! Eu pago formação com os meus impostos para que aqueles indivíduos não se comportem como bestas numa situação de conflito.
Espero que os familiares e amigos dos jovens não desistam e consigam uma punição para estes verdadeiros bandidos.

Ricardo disse...

Bem, apenas para ficar registado, existiu um caso semelhante na semana academica, mais propriamente no rally das tascas, aonde ninguem estava a provocar desacatos e os ditos senhores agentes da autoridade abusaram da autoridade. Tambem nesse caso, bateram sem piedade sobre uma miuda que estava apenas a chorar ao lado do namorado, que supostamente tambem atirou uma garrafa mas que testemunhas em tribunal confirmaram que afinal essa garrafa foi retirada dele por esses agentes, chegando a por gas pimenta nos olhos quando ela estava no chao imobilizada. 3 amigos (incluindo a rapariga e o namorado) foram detidos e muito maltratados sem razao, outro ficou 2 semanas com as pernas pisadas e levou com gas pimenta tambem. acrescento tambem que esses amigos sao estudantes e que por nada fazerem ficam ja marcados com cadastro o que vai complicar a saida profissional deles, relembrando que ja n e facil colocacoes apos a licenciatura. E uma vergonha e era merecido a colocacao do nome dos agentes que apenas n coloco por respeito a familia.
Foi levantado um processo contra esses amigos por agressao, desacatos mas devia ter sido levantado contra a policia...
Apenas relembro a quem neste momento esta na mesma situacao que a verdade vence acima de tudo e que se preparem para a pior acusacao por parte dos ditos agentes da lei, pois foi o q aconteceu no caso que estive presente.
E faco um pedido que pode nem sair daqui, mas que deveria passar por todo o pais : formem agentes com boa capacidade mental pois atributos fisicos pa resolver problemas n levam a lado nenhum. afinal ignorancia gera violencia... desejo a maior sorte para os envolvidos e espero que todos juntos melhoremos o pais e mais uma vez, a verdade vence sempre